Bebés/Crianças

Histórias inspiradoras: Baby by Piki é tudo o que resta a mulher que perdeu marido e filho de um ano

Filipa Rosa
publicado há 4 semanas
2
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Cláudia Lima tem 34 anos e passou pelo golpe mais duro da maternidade: perder um filho. Mas não só. Em agosto, um acidente violento de automóvel no Montijo levou-lhe o pequeno Zé Maria, de 13 meses, e o marido, Emanuel Cardoso.

«Onde tem ido buscar forças para continuar?» é a questão que todos devem colocar. Cláudia tem feito um esforço diário para se reerguer e não baixar os braços. A ajuda da família e dos amigos tem sido fundamental, bem como o apoio psicológico.

Mas a grande motivação chama-se Baby by Piki (visite aqui: Facebook e Instagram), uma marca 100 por cento portuguesa que lançou em 2017 com o marido. «A marca surgiu quando estava grávida numa conversa com o Manel. Andávamos na procura incansável de encontrar peças com qualidade, simples e com qualidade para o nosso filho. Não era um sonho foi uma oportunidade que surgiu no momento e aproveitamos, passando a ser uma coisa de família», começa por contar ao site Crescer.

«Eu perdi tudo naquele dia… Vou buscar forças a este projeto que já era da família e que vai continuar na família, mas de forma diferente. A marca Baby by Piki é o que me faz sentir de certa forma ligada a eles. Sinto que são eles que me dão força para continuar», afirma aquela que pensou em desistir de tudo. «Quem não pensaria?»

A coleção de verão foi um sucesso. Agora, o público espera ansiosamente pela nova coleção outono/inverno, que será lançada em meados de outubro. Poderá conhecer as peças ao vivo na loja Nitta Kids, em Alcântara, Lisboa, ou visitar o Kids Market, nos dias 13 e 14 de outubro nas cavalariças do Pestana Palace Lisboa.

«A coleção vendeu muito bem, as pessoas adoram a qualidade e voltam a comprar mais. Eu tive poucos artigos para colocar em saldos, já tinha vendido a coleção quase toda!», conta Cláudia, que tem os seus artigos preferidos. «Eu adoro os fofos e as toucas, acho que os bebés ficam amorosos demais!»

É ela que cria, desenha e idealiza tudo com muito amor. A página oficial do Facebook conta com cerca de 15.300 seguidores. Já no Instagram conta com mais de 63 mil fãs.

Depois do acidente gerou-se uma enorme onda de solidariedade. Os seguidores das redes sociais da marca aumentaram exponencialmente. «Tem sido muito gratificante receber tantas mensagens de carinho e afeto, quer seja de anónimos ou famosos. Acho que as pessoas são humanas, não se trata de serem conhecidas, elas são pessoas, têm famílias, muitas são mães, outras não, e pensam ‘e se fosse comigo?’. Eu leio todas mensagens que me enviam e faço questão de dar resposta a todas. Muitas até são partilhas de histórias semelhantes à minha e que me dão força.»

Cláudia faz questão de deixar uma mensagem de agradecimento a todas as pessoas que a têm acarinhado, às quais nem sempre consegue responder. «Quero agradecer do fundo do coração a todos o carinho que me dão, porque, de certa forma, me dão força para continuar.»

A quem está a passar por um período conturbado semelhante ao seu… «Quem estiver a passar pelo mesmo pesadelo que eu tem que ser bem acompanhada e ter muita força para se aguentar de pé. E se estiverem a passar pelo mesmo mandem-me mensagens como muitas já fizeram.»

Informações úteis:

Página de Facebook

Página de Instagram

E-mail: babybypiki@gmail.com

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top