Fotos: Imagine Love & Photography
Histórias Inspiradoras

Sabia que o Pai Natal pode entrar na sua própria casa?

Redação
publicado há 4 semanas
0
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ter o Pai Natal na sua própria casa agora já é possível! Há vários projetos que se destacam nesta época do ano. Se não foi a tempo, guarde a informação para o próximo Natal.

«Nos dias de hoje as famílias têm rotinas apertadas e um ritmo alucinante de trabalho. É cada vez mais difícil ter tempo para partilhar com as crianças e fazê-las sonhar.» Quem o diz é Mafalda e Luciana, mentoras do projeto Um Dia de Magia, que se foca em visitar as famílias durante todo o tempo de advento e levar uma mensagem de natal através de uma personagem conhecida no imaginário de todos.

«Deparamo-nos muitas vezes com situações onde alguém se “mascara” de Pai Natal descaracterizando a personagem. O nosso objetivo é fazer as crianças acreditar na magia do Natal e que o Pai Natal as conhece… Sabe os seus nomes e interesses», dizem.

«Conseguimos que o Pai Natal vá a casa das famílias e, de forma divertida e inovadora, realize o sonho das crianças em conversar com o amigo Pai Natal. O Pai Natal recebe antes informação sobre o nome, interesses da criança e mensagem que os pais gostariam que fosse transmitida, tornando o encontro de cerca de 30 minutos personalizado e real.»

Para ter o Pai Natal em sua casa basta entrar em contacto com Um dia de Magia pelo e-mail, redes sociais ou telemóvel. «Como o nosso objetivo é personalizar o momento e adaptar à realidade de cada cliente alargamos o conceito a reuniões de amigos, festas empresariais e escolas. Assim as crianças podem ter uma visão coerente do Pai Natal.»

Mafalda e a Luciana lançaram juntas esta ideia depois de terem sido mães. «A ideia surgiu connosco, duas mães, a conversar sobre a altura do Natal… de como esta quadra se centra em dois dias e está cada vez mais comercial. O pai natal está associado a presentes e não à mensagem de natal. A nossa ideia é “dar tempo” às crianças para que conversem com o seu amigo de barbas e se sintam especiais quando ele as conhece e as trata pelo nome. Gostamos de passar a mensagem de que o Natal é família e amigos e não é só presentes. Assim conseguimos proporcionar às famílias um momento diferente e mágico», explicam.

Histórias que emocionam

O feedback não podia ser melhor. «Estamos muito contentes com o feedback dos nossos clientes. Para nós o mais importante é conseguir criar bons momentos, ter uma imagem de qualidade ao levar a mensagem do Natal. Temos histórias tão boas que já pensamos em escrever um livro. Já tivemos de tudo… uma mãe a chorar emocionada porque nunca tinha visto os filhos tão amigos, crianças que não acreditavam no Pai Natal e já acreditam, miúdos que já não querem presentes no sapatinho, porque a visita do Pai Natal com a sua mensagem é o mais importante.»

Com quanta antecedência se pode contratar este serviço?

Sabia que ainda vai a tempo de contratar o velhinho mais famoso de barbas brancas? «A nossa ideia inicial era apenas fazer visitas em dezembro. No entanto, quando anunciamos a agenda, tivemos pedidos para novembro que atendemos com muito gosto porque muitas famílias aproveitaram para fazer sessões de fotografias de família com o Pai Natal. Estamos a responder a pedidos para depois de dia 25, uma vez que muitas reuniões familiares e encontros de amigos só se conseguem realizar depois. E até vamos atender clientes nos Reis.»

Fotos: Imagine Love & Photography

A plataforma que contrata o Pai Natal por todo o país

Na Fixando, plataforma portuguesa para a contratação de serviços locais, existe um serviço inusitado que não tem qualquer pedido de profissionais até chegar ao mês de novembro, e só atinge um número expressivo no último mês do ano: o “Pai Natal”.

«Tenho dois tipos de clientes», explica Armando Veloso, de 28 anos, natural do Porto. «Em novembro aparecem as pessoas mais preocupadas, que reservam logo o dia que desejam, e agora surgem os clientes que marcam em cima da hora».

Os dados da Fixando confirmam que 70 por cento dos pedidos para a categoria “Pai Natal” foram efetuados em dezembro, sendo que os restantes 30 por cento foram realizados no mês de novembro.

Um trabalho multifacetado

Em espaços públicos ou particulares, desde centros comerciais a escolas, Armando Veloso é um dos profissionais que aproveita a época natalícia para se transformar em Pai Natal, dividindo-se no resto do ano entre as personagens de palhaço, DJ, ou mágico, sobretudo em aniversários e casamentos.

«É fundamental ter uma imaginação muito fértil», indica Armando Veloso sobre o que é necessário para vestir o fato vermelho e colocar a barba branca. «Os pequenos fazem todo tipo de perguntas, e temos de estar psicologicamente preparados para responder a tudo».

«Este trabalho depende muito do tipo de público», analisa David Ferreira, 37 anos, natural de Coimbra, há mais de uma década a fazer de Pai Natal. Em relação ao habitual público infantil, David indica que basta «conseguir fazê-los se envolverem na magia da conversa em dois a três minutos», e com o público adulto, normalmente dentro de empresas, «requer uma interação mais à base da comédia, com algumas magias pelo meio».

O início da experiência

O primeiro serviço de Armando Veloso como Pai Natal foi num centro comercial, espaço de trabalho mais comum para grande parte dos profissionais contratados para desempenhar esta personagem. Por norma, é o Pai Natal que deve fornecer a própria roupa e os adereços, fundamentais para compor o disfarce. «Uso fatos profissionais completos, desde a barriga falsa ao saco, porque as crianças prestam atenção a todos os detalhes», explica David Ferreira. «Mas o mais importante no disfarce é ao nível da cara, ou seja, a barba, os óculos e capuz».

«O maior desafio é não sabermos se podemos dizer às crianças se vão receber aquilo que estão a pedir, porque não conhecemos a situação financeira da família», reflete Armando Veloso, acrescentando que apesar de haver sempre um ou outro “chico esperto”, fica sempre contagiado pela «alegria das crianças com a presença do Pai Natal».

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda