Histórias Inspiradoras

Esqueça os chocolates! Eduque os miúdos através deste original Calendário do Advento

Filipa Rosa
publicado há 8 meses
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Se é fã dos famosos Calendários do Advento, mas prefere evitá-los para que os mais pequenos não comam chocolates todos os dias, o site Crescer dá-lhe a conhecer uma alternativa muito original e didática.

A ideia é de Cristina Almeida Garrett, da marca My Angel. Não perca tempo! Leia a nossa entrevista e faça a sua encomenda, porque já falta pouco para o mês de dezembro. Torne este Natal ainda mais especial!

A ideia de criar os Calendários do Advento com ações para toda a família surgiu em 2015. «Achei que seria importante criar em cada família momentos únicos, especiais. O seu objetivo era fazer com que o verdadeiro espírito de Natal estivesse presente em todas as famílias. Através das ações as famílias acabam por estar mais unidas e despertam dentro delas um potencial de solidariedade, compaixão e paz que surge num paradoxo à correria, à ansiedade e às preocupações desses tempos», explica-nos a mentora do projeto.

O feedback dos adultos e das crianças tem sido muito positivo, segundo nos conta Cristina Almeida Garrett. «O primeiro impacto é dos adultos, que percebem com mais nitidez o sentido de “amor” que se pretende alcançar por via destes calendários e o feedback tem sido muito positivo – prova disso é o facto de abraçar este projeto há três anos consecutivos. As crianças adoram a ideia de acordar e pensar que hoje vão fazer um programa em família, por exemplo, ou ajudar os pais nas tarefas da casa, ou simplesmente vão escrever uma frase a Jesus, alguma coisa que lhes vai na alma e que, no final enriquece toda a família.»

Quais os agradecimentos que mais a marcaram? «Adorei uma vez uma cliente muito querida que me disse que o calendário tem sido um sucesso, porque os seus filhos quando acordam, a primeira coisa que fazem é ir a correr ver a ação do dia, que durante os 24 dias viviam focadíssimos nas ações e que viviam aquele momento em família com uma alegria enorme. Nesse momento pensei que o meu objetivo se tinha concretizado em pleno», recorda.

As 24 ações já estão definidas por Cristina, mas também é possível personalizar à maneira do cliente. «Não todas, porque é difícil adaptar para cada cliente e em termos logísticos e de encomendas não seria fácil, mas obviamente aviso sempre as clientes que podem alterar ou personalizar duas ou três ações que achem necessárias eventualmente para alguma idade ou situação familiar mais específica», conta.

Sendo mãe, Cristina confessa que ainda consegue manter a magia do Natal viva em casa do Natal. «A magia do Natal está sempre muito presente em nossa casa, somos muito unidos e, realmente, o calendário consegue proporcionar-nos grandes momentos em família, momentos mais sensíveis (quando têm que falar sobre algo), permite partilharem sentimentos e pensamentos e até momentos cómicos. Na verdade, o Natal torna-nos sensíveis o suficiente para encontrar na alegria dos outros que tanto queremos bem, a nossa própria alegria. O Natal é, sem dúvida, um momento em família», afirma a mentora do projeto, que faz questão de deixar alguns conselhos aos pais para não quebrarem essa magia e encantamento que tanto faz parte da infância dos miúdos.

«O único conselho que poderia dar a todos pais seria que dedicassem mais tempo aos seus filhos, ou que o tempo que já dispõem que fosse um tempo realmente de qualidade, tempo em que crianças possam mostrar quem são, brincar com eles, rir com eles, partilhar momentos que ficarão na memória de todos. A verdade é que os nossos filhos crescem muito rápido e cabe-nos a nós, Pais, deixar-lhes memórias e bases de “amor”, sempre convictos de que a vida é efémera e que devemos fazer hoje e, não deixar para amanhã, o que é verdadeiramente importante, nomeadamente, amar, “mimar”, cuidar e partilhar todos os momentos que possamos das nossas vidas com os nossos filhos.»

Como fazer a encomenda?

«Neste momento as encomendas têm que ser feitas o mais breve possível, porque tenho que entregar até dia 30 novembro, pois o calendário inicia-se impreterivelmente dia 1 de dezembro. Basta enviar-me uma mensagem privada na minha página My Angel, poderá escolher entre alguns tecidos que tenho, personalizar o calendário com o nome ou nomes no topo e já está. Depois bastará combinarmos os termos da entrega (em Lisboa) ou por correio (acresce os portes de envio).»

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda