Notícias

Mulheres portuguesas têm filhos mais tarde que a média europeia

Redação
publicado há 2 semanas
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Dados do gabinete estatístico europeu revelados ontem indicam que a idade média da mulher aquando do nascimento do primeiro filho foi, em Portugal, de 29,6 anos, acima da média da União Europeia (29,1).

Portugal apresentava também a sexta maior taxa de mulheres que são mães pela primeira vez depois dos 40 anos (4,3 por cento), depois da Espanha (7,4 por cento), Itália (7,3 por cento), Grécia (5,6 por cento), Luxemburgo (4,9 por cento) e Irlanda (4,8 por cento), sendo a média da UE de 3,4 por cento.

A proporção de primeiros filhos em mães com menos de 20 anos foi, em Portugal, de 4,4 por cento, ligeiramente abaixo da média da UE (4,7 por cento), tendo os maiores índices sido registados na Roménia (13,9 por cento), Bulgária (13,8 por cento), Hungria (9,9 por cento), Eslováquia (9,5 por cento), Letónia (6,7 por cento) e Reino Unido (6,1 por cento).

Menores ícones de fecundidade

Em 2017, a taxa de fecundidade da União Europeia foi de 1,59 nascimentos por mulher, com a França a apresentar o maior indicador conjuntural de fecundidade (1,90), seguida pela Suécia (1,78), Irlanda (1,77), Dinamarca (1,75) e Reino Unido (1,74).

Saiba onde são os menores ícones de fecundidade no Portal de Notícias Impala.

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda