Notícias

Mulher morre depois de médico lhe arrancar o útero por engano

Redação
publicado há 4 semanas
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Uma mulher morreu depois de um médico, após o parto, lhe ter arrancado os órgãos sexuais internos por engano. Caso aconteceu em Nizhneserginskaya, na Rússia.

De acordo com o Daily Mail, o médico estava a tentar retirar a placenta à mulher depois desta ter dado à luz. O útero foi completamente retirado, fazendo com que a paciente entrasse em coma e acabasse por morrer devido a uma paragem cardíaca. Segundo a mesma publicação, a mãe só teve tempo de sorrir para a filha recém-nascida antes da tragédia.

Caso foi investigado durante seis meses e agora o médico, de 27 anos, enfrenta acusações de morte por negligência que o podem levar a ter de cumprir uma pena de prisão de três anos.

«A tração não controlada ou inadequada do cordão umbilical levou à inversão total do útero», referiram especialistas. «Os órgãos femininos que foram arrancados só foram empurrados para trás quando já era tarde demais», explicaram ainda.

Leia esta e outras notícias no Portal Impala.

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda