Gravidez

9 coisas que acontecem no corpo da mulher durante a gravidez

Redação
publicado há 2 semanas
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

O organismo da futura mamã passa por bastantes mudanças para gerar o bebé durante os vários meses de gravidez. O site Crescer enumera algumas.

Mamas

É logo dos primeiros sintomas assim que uma mulher engravida. Ficam inchadas, doridas e maiores. Durante a gravidez podem aumentar três vezes de tamanho, porque as glândulas mamárias se proliferam, há maior acumulação de gordura e a prolactina prepara tudo para a produção de leite, que começa depois do parto.

Pele

Muitas grávidas apresentam na pele, sobretudo do rosto, o chamado ‘pano’. Não sabe o que é? São manchas que resultam da ação conjunta das hormonas e da radiação solar. Normalmente desaparecem até um ano após o parto. A parte melhor da gravidez? A pele deixa de ser oleosa e borbulhas nem vê-las!

LEIA TAMBÉM: Pano na gravidez: O que é, quando surge e como se trata?

Cabelo

O cabelo fica mais saudável e macio. A produção acelerada de estrogénio faz baixar a testosterona, hormona que afina os fios de cabelo, facilitando o seu desembaraço. O que quer isto dizer? Que há muito menos queda de cabelo na gravidez. No entanto, depois do parto, os cabelos a mais caem muito facilmente.

Coluna

Os ossos da bacia sofrem uma ligeira rotação durante a gravidez por causa do aumento do perímetro abdominal, o que conduz a um desvio natural do centro de gravidade do corpo. Isto pode contribuir para encurtamentos musculares ou conduzir a um aumento da lordose lombar da coluna, já que o corpo é levado a um esforço adicional nos músculos lombares e dorsais.

SAIBA MAIS: Dores nas costas na gravidez: Siga as regras da boa postura

Estrias

Quando o volume de gordura sob a pele aumenta demais, as fibras da derme distendem e podem se romper. Para recuperar a lesão, vasos sanguíneos se formam. Daí as manchas vermelhas que vão cicatrizando e embranquecem.

Varizes

A culpa é da progesterona e do estrogénio, que relaxam as paredes das veias e aumentam o risco de dilatação. Quando os vasos se dilatam, as suas válvulas ficam abertas e o sangue tende a ficar estancado.

Útero

O volume deste órgão passa de 90 para 1 000 cm3 perto do parto. O seu peso original aumenta cerca de 20 vezes! Incrível, não? A quantidade de tecido multiplica-se, deixando a região mais mole para acomodar o embrião.

LEIA AINDA: Os 10 sintomas mais indesejados da gravidez

Sistema digestivo

As paredes do intestino, estômago e bexiga amolecem por causa da progesterona. Isso favorece a acumulação de líquidos nos tecidos. A pressão do útero sobre o estômago faz com que ele fique comprimido, dificultando a digestão. A retenção hídrica atrasa a passagem do alimento pelo intestino, levando à prisão de ventre. A bexiga fica mais apertada, levando a grávida a urinar mais vezes ao dia.

Inchaço

A progesterona facilita a retenção de água, enquanto o crescimento uterino comprime a veia cava, no lado direito do corpo. A circulação desacelera e o sangue acumula-se nas pernas, pés e tornozelos.

LEIA MAIS: Acaba de saber que está grávida? Nem sabe o que a espera!

Saiba ainda quais são as hormonas da gravidez:

Estrogénio
Produzido nos ovários e na placenta, é o responsável pelas características femininas.

Progesterona
Produzida nos ovários e na placenta, prepara o útero para receber o embrião.

Gonadotrofina coriónica humana (hCG)
Oriunda da placenta, estimula a progesterona e o estrogénio.

Melanotrófico
Aumenta a pigmentação de algumas partes do corpo.

Prolactina
Estimula a produção de leite.

Ocitocina
Contrai o útero para a expulsão do bebé na hora do parto e provoca a saída do leite.

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda