Notícias

14% das crianças com 13 meses sem vacina contra o sarampo. DGS alerta

Redação
publicado há 3 meses
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Em 2018, 14 por cento das crianças com 13 meses não estavam protegidas contra o sarampo e a meningite C, quando a idade recomendada da primeira dose é aos 12 meses, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

Segundo os dados publicados no Boletim do Programa Nacional de Vacinação (PNV) 2018, 97 por cento das crianças, aos três meses de idade, já tinham cumprido em 2018 o esquema recomendado das vacinas contra a pneumonia e tosse convulsa.

«No entanto, aos 13 meses de idade, 14 por cento das crianças ainda não estavam protegidas contra o sarampo, nem contra a doença invasiva Neisseria meningitidis C [meningite C]», refere o boletim publicado no site da DGS.

Mas, comparativamente com os resultados obtidos em 2017, verifica-se um aumento no cumprimento da vacinação atempada aos três e 13 meses de idade, refere o boletim publicado no ‘site’ da DGS. Nas crianças vacinadas até aos 13 meses, este aumento foi de dois por cento e um por cento na vacinação contra o sarampo e contra a meningite C, respetivamente.

LEIA TAMBÉM: A importância das vacinas: Mais vale prevenir que remediar!

Todos os anos é avaliado o cumprimento do Programa Nacional de Vacinação para verificar se as suas metas estão a ser cumpridas, tendo-se observado em 2018 «um aumento das coberturas vacinais em relação aos valores do ano anterior, para todas as vacinas, doses e idades avaliadas». De acordo com os dados, todas as vacinas e doses avaliadas até aos sete anos atingiram o objetivo de 95 por cento de cobertura.

Relativamente à vacinação contra o sarampo, o boletim refere que a cobertura vacinal para a primeira dose, avaliada aos dois anos, foi de 99 por cento em 2018. Já a cobertura vacinal para a segunda dose desta vacina, nos beneficiários entre os seis e os 18 anos, varia entre 96 por cento e 98 por cento, refere o documento publicado no site da DGS.

«Estas coberturas vacinais permitem manter o cumprimento dos objetivos do Programa Nacional de Eliminação do Sarampo e dos requisitos internacionais», salienta.

Leia mais aqui.

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda