Saúde

Doenças respiratórias matam dois portugueses por hora

Redação
publicado há 4 semanas
0
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

As doenças respiratórias matam em Portugal cerca de 40 pessoas por dia. Em quase metade das mais de 13 mil mortes anuais a causa é a pneumonia, doença que é potencialmente curável.

Segundo o relatório deste ano do Observatório Nacional das Doenças Respiratórias, a que a Agência Lusa teve acesso, em 2016 morreram 13.474 pessoas por doenças respiratórias, sendo que o número aumenta para mais de 17.000 se forem acrescentados os óbitos por cancro da traqueia, brônquios e pulmão.

O documento mostra, assim, que o conjunto alargado das doenças respiratórias leva à morte de 48 pessoas por dia em Portugal, uma média de duas pessoas por hora, juntando os tumores da parte respiratória.

Se forem excluídos os cancros da traqueia, brônquios e pulmão, as doenças respiratórias matam, em média, 37 pessoas por dia em Portugal, com as pneumonias a representarem 44 por cento destas mortes.

«Este número é particularmente relevante, visto a pneumonia ser uma patologia potencialmente curável», assinala o documento.

As mortes por pneumonia afetam sobretudo os mais velhos, sendo que em 94,3 por cento os doentes tinham 65 ou mais anos e em 87 por cento tinham 75 ou mais anos.

Saiba mais no Portal Impala.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda