Bebés/Crianças

Saiba as vantagens de os deixar brincar ao ar livre

Redação
publicado há 2 anos
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Se aquilo que todos os pais querem é criar filhos felizes, os estudos mostram que as atividades fora de portas – ou a falta delas – começam a ser motivo de grande preocupação, pois as crianças passam cada vez menos tempo ao ar livre, não brincam na rua nem sobem às árvores, não se sujam de lama nem trazem arranhões para casa.

A provar que esta é uma realidade que pertence cada vez mais ao passado e que Portugal não é exceção, uma pesquisa realizada pela marca de detergentes Skip concluiu que 70 por cento das crianças portuguesas brincam menos de uma hora por dia ao ar livre, ou seja, menos tempo do que o recomendado para detidos em prisões. Contudo, as conclusões desta investigação, efetuada em dez países, demonstram claramente que as mães compreendem as vantagens de se brincar em contacto com a Natureza, mas os dados mostram que cada vez mais as crianças passam o tempo livre a jogar no computador, a ver televisão ou a navegar na Internet.

Isto deve-se a alguns obstáculos e barreiras com as quais os pais de hoje têm de lidar, de acordo com outros estudos feitos pela marca, que demonstraram, por exemplo, que as mães têm medo que os filhos possam não estar seguros ou que se magoem quando estão na rua. Os pais preferem ter os filhos dentro de casa, debaixo de olho, principalmente, se o tempo de que dispõem para estar com eles é limitado.

Vantagens fora de portas

– Aumenta a socialização
Ninguém faz amigos de verdade atrás do ecrã do computador ou da televisão. Nos espaços abertos, os pais têm uma boa oportunidade de incentivar os mais pequenos a interagir com crianças de diferentes idades e também de realidades distintas.

– Diminui problemas de comportamento
Resultados de estudos recentes evidenciam o impacto de atividades na Natureza na melhoria do comportamento de crianças ditas hiperativas e desconcentradas.

– Desenvolve competências físicas
Coordenação, musculação, estiramento e equilíbrio são alguns dos aspetos essenciais para a saúde motora que acabam por ser desenvolvidos com a brincadeira. “Crianças que brincam menos ao ar livre têm mais propensão para ter problemas de excesso de peso”.

– Estimula a criatividade
Encaminhar as crianças para o exterior sem brinquedos permite-lhes inventar as suas próprias brincadeiras, estimulando a imaginação. Quando estão num ambiente em que nem tudo é controlado, acabam por aprender a lidar com imprevistos e a ter de encontrar soluções.

– Reforça o sistema imunitário
Muitos pais acham que os ambientes externos podem ser perigosos para a saúde dos filhos, mas as pesquisas mais recentes colocam em causa essa preocupação. Na realidade, o contacto com alguns micro-organismos é muito importante, pois “ensina” o sistema imunitário dos mais pequenos, que ainda está em fase de desenvolvimento, a funcionar de forma correta.

– Minimiza os riscos de miopia
Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, o número de míopes, no Mundo, duplicou nos últimos anos e uma das causas é o pouco tempo em ambientes mais amplos e o excesso de atividades em locais fechados, o que prejudica o desenvolvimento adequado da capacidade visual. Especialistas sugerem que as crianças precisam de equilibrar atividades realizadas mais de perto, como a leitura, com outras que utilizam a visão à distância.

– Melhora a concentração

Crianças e jovens que mantêm maior contacto com a Natureza tendem a apresentar um melhor funcionamento cerebral e menos sintomas de hiperatividade e défice de atenção. Sabe-se também que, quanto mais a criança se move nos primeiros anos de vida, maior é o estímulo cerebral. O desempenho na escola também melhora, havendo uma relação positiva entre o exercício físico e as brincadeiras coletivas com o rendimento escolar.

– Estimula a criatividade
Encaminhar as crianças para o exterior sem brinquedos permite-lhes inventar as suas próprias brincadeiras, estimulando a  imaginação. Quando estão num ambiente em que nem tudo é controlado, acabam por aprender a lidar com imprevistos e a ter de encontrar soluções.

– Diminui problemas de comportamento
Resultados de estudos recentes evidenciam o impacto de atividades na Natureza na melhoria do comportamento de crianças ditas hiperativas e desconcentradas.

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda