Histórias Online

«Vivi aterrorizada por causa da morte súbita de um bebé»

Histórias Online
publicado há 10 meses
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ainda estava eu grávida de cinco meses quando uma colega minha de trabalho sofreu o mais duro golpe da maternidade… perder um filho. Ninguém me queria contar devido ao meu estado, mas foi impossível esconder.

Não éramos amigas, mas com a minha gravidez aproximámo-nos mais para falar de bebés. Era uma querida. Perdeu o filho com ano e meio. Morte súbita. Foi o marido o primeiro a perceber. Ela apareceu no quarto do menino depois, mas recusava-se a acreditar.

Tinha uma vida inteira pela frente. Muito triste… Nunca houve explicação para o sucedido e a família ficou de rastos. Já passaram três anos e a minha colega nunca mais foi a mesma. Nem ela nem eu. Aquele acontecimento marcou-me muito. Não vivi a maternidade de forma tranquila no início. Só pensava naquele bebé que tinha partido daquela forma horrível.

A minha filha, por sua vez, sempre teve um problema respiratório que a levou várias vezes ao hospital. Alertavam-me para a morte súbita e eu segui todos os conselhos religiosamente. Vivia aterrorizada. Acordava de 10 em 10 minutos para ver se ela estava a respirar.

Felizmente nunca aconteceu nada nem nenhuma tragédia. Mas foi um sufoco. Cheguei a ir a uma psicóloga para tentar aliviar o trauma.

Hoje a minha filha tem três anos e é a luz da nossa vida. O meu marido foi o meu grande apoio. Mas nunca esqueço os outros pais que não tiveram a mesma sorte que nós. O meu coração está com eles.

Texto: Teresa Pereira

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda