Gravidez

Tatuagens: Ideias para disfarçar uma cicatriz de cesariana

Filipa Rosa
publicado há 3 meses
0
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

O nascimento de um filho não marca só a vida e a alma de uma mulher. Se o parto for por cesariana, a maior marca física situa-se na barriga, o que muitas vezes incomoda algumas mães.

Tatuar o corpo já se tornou algo banal em Portugal. No entanto, disfarçar uma cicatriz com uma tatuagem não é para todos. No Brasil, em Espanha e noutros países já é comum esta prática. Há uns anos, os portugueses começaram a ganhar alguma coragem para o fazer, seja na barriga ou outras zonas do corpo.

O site Crescer reuniu algumas ideias de tatuagens que disfarçam cicatrizes de cesariana e pediu a opinião a uma ginecologista-obstetra.

Este é um «assunto controverso» para Lurdes Banazol, que admite não gostar de tatuagens, especialmente em zonas tão sensíveis do corpo. «Não sei até que ponto está o material esterilizado, qualquer incisão pode infetar. As mulheres que têm tatuagens na região dorso lombar, por exemplo, já não podem fazer anestesia epidural. Admito pequenas tatuagens, mas disfarçadas!», refere a especialista, que não recomenda aderir a esta nova moda.

«As tatuagens marcam mais que a própria cicatriz da cesariana, que passado alguns dois ou três anos quase não se notam na maioria das mulheres. Não consigo entender esse gosto, mas compreendo!», diz.

Algumas pacientes de Lurdes Banazol quiseram disfarçar a sua cicatriz e rapidamente se arrependeram. Esta é uma marca para a vida que simboliza o nascimento de um filho. «A maioria das mulheres mais tarde arrepende-se de as terem feito. A dificuldade de as retirar é muito elevada. Terão de recorrer a um médico dermatologista para resolver o problema…»

A paixão por tatuagens

 

Contra a opinião da ginecologista está Maria Cardoso, de 39 anos. Fez a sua primeira tatuagem aos 20 anos e, desde então, nunca mais parou. «É uma paixão que tenho e partilho-a com o meu marido», conta aquela que decidiu recentemente disfarçar a sua cicatriz da cesariana. «Já andava a pensar nisso há algum tempo, mas cá em Portugal não era muito comum. Pesquisei um pouco e decidi fazer. Adorei o resultado e não estou nada arrependida. O único cuidado a ter é escolher bem o local e o tatuador. Há que esperar também algum tempo após o parto, talvez um ano, porque quanto mais cedo mais sensível está aquela zona», explica.

Se ficou com vontade e curiosidade sobre esta nova moda, veja algumas ideias de tatuagens na nossa galeria. Dificilmente vai conseguir perceber as cicatrizes…

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda