Histórias Online

«Sim, fumei durante a gravidez toda!»

Histórias Online
publicado há 11 meses
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Fumo desde os 14 anos. Tenho 33! Nunca tentei deixar de fumar… nem durante a gravidez.

Esse foi um dos meus grandes medos. Não me falem em falta de força de vontade, em ser fraca ou em não pensar no meu filho em primeiro lugar. Não, não tem a ver com isso.

Sou «viciada» em tabaco, como há pessoas que são viciadas em comer, em fazer compras, em telemóvel, etc… São vícios diferentes, eu sei! Mas não consigo deixar passar um dia em que não fume um cigarro. E quando descobri que estava grávida, esse foi um dos meus receios. Se deixasse o tabaco, não iria estar bem e iria também, dessa forma, prejudicar o meu bebé.

Essa foi uma questão que coloquei ao médico. Engravidei com 20 anos e, sendo eu mãe de primeira viagem, tinha muitas dúvidas. Nunca pus em causa que o tabaco não faria mal ao meu filho. Claro que faria! Mas, se deixasse repentinamente, e não estando eu bem, o bebé seria prejudicado. E o médico respondeu isso mesmo; que não tinha de deixar de fumar. Se deixasse, melhor! Mas se não conseguisse, tinha, sim, de reduzir a nicotina.

Assim, reduzi. Se antes fumava cerca de um maço de tabaco por dia, na gravidez passei a fumar três, quatro cigarros por dia. Tive uma gravidez maravilhosa e sem complicações…

Fumar faz mal, sim! Muito mal! E tenho consciência disso. Mas sabia que se deixasse de repente, o meu menino também não ia ficar bem com as mudanças em mim e no meu corpo.

O meu filho vai fazer treze anos, é saudável e está sempre a pedir-me para não fumar.

Tenho tentado reduzir e sei que um dia vou conseguir.

Até lá, não me recriminem e não sigam o meu exemplo mas.. fumei durante a gravidez!

Texto: Raquel Coelho

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda