Saúde

Sexo depois da menopausa: Sim, pode ser muito bom! Saiba como

Filipa Rosa
publicado há 2 anos
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Whatsapp

É possível ter orgasmos depois da menopausa? Perde-se o desejo sexual nesta fase da vida da mulher? Para Maria do Céu Santo, há muitos mitos em relação a este assunto e a sexóloga faz questão de esclarecer tudo.

Maria do Céu Santo, especialista em Ginecologia e Obstetrícia, recebe muitas mulheres desesperadas que procuram esclarecer dúvidas sobre o sexo depois da menopausa, que ocorre, em média, entre os 45 e os 55 anos. «Estima-se que a média mesmo seja nos 52 anos. Uma das principais queixas das mulheres é a nível da sua sexualidade, porque acaba por interferir na qualidade de vida do casal, que leva muitas vezes a conflitos», começa por dizer-nos.

Para a especialista em Sexologia, as grandes preocupações das mulheres são perder o desejo sexual, a dificuldade em atingir o orgasmo e a secura vaginal. O normal ao longo da vida é ter desejo pelo parceiro e só depois a excitação. Na fase da menopausa, esta situação inverte-se. «Não só na menopausa, mas também para as mulheres que têm filhos e que estão casadas há vários anos, é fundamental a excitação. Só quando uma mulher está excitada é que depois tem desejo para continuar. Não têm desejo espontâneo», explica. «As mulheres queixam-se por falta de desejo, mas o que elas têm de fazer é começar a envolver-se afetivamente. Depois, quando já estão excitadas, o desejo vem e o orgasmo também. Muitas vezes, o orgasmo até pode ser fantástico, mas nunca lhes apetece começar. Há que ultrapassar a inércia de começar, fazer uma programação. A pessoa tem de se envolver, tem de se deixar ir…»

LEIA TAMBÉM: Saiba como viver com os sintomas desta fase da vida da mulher da melhor forma

Maria do Céu Santo já tinha dado ao nosso site algumas dicas para reativar o desejo sexual das mulheres. Agora, volta a deixar algumas dicas, mas para mulheres que estão a entrar na fase da menopausa.

«Hoje em dia as mulheres querem ter uma boa sexualidade sempre. Já não é como antigamente, ‘sou velhinha e acabou’. E procuram-nos para tentar perceber como podem reativar o desejo sexual delas, como dar ereção do marido, etc. Estamos numa mudança de mentalidades, sem dúvida. Aliás, já há muitas mulheres que combatem o sentimento do ‘não me apetece, não faço’. Porque esta situação depois provoca alterações de humor nos homens. Quanto menos fazem, mais agressivos eles ficam. Quanto mais agressivos eles ficam, menos elas querem fazer», refere.

Para a sexóloga, os casais não devem deixar para o final do dia a relação sexual. «Tem de haver disponibilidade de tempo, tem de haver envolvência, programação mental, surpreender e valorizar o parceiro, queixar-se menos, porque tudo isto vai melhorar o relacionamento.»

Visitar uma sex shop

Há muitos casais que resolvem a sua sexualidade sem os famosos objetos sexuais. No entanto, para Maria do Céu Santo, visitar uma sex shop, fisicamente ou online, pode ajudar as pessoas. «Os casais devem estar em sintonia e confortáveis com isso. Isto é o mais importante. Há inúmeros objetos inofensivos que estimulam imenso a mulher e o homem. Torna o momento mais divertido», explica, dando uma dica que funciona. «Por exemplo, as bolinhas kegel (têm esferas que estimulam a excitação) são fantásticas para as mulheres e a preparação sozinha melhor será. Se pensam ter sexo com o parceiro, brinquem um pouco com essas bolinhas para ajudar a excitação.»

LEIA AINDA: 8 conselhos para melhorar a atividade sexual e a sua autoestima

Hidratar a vagina diariamente na menopausa

Um assunto pouco falado e que deve ser abordado, segundo a sexóloga, é a importância da hidratação da vagina. «Muitas vezes, é difícil atingir o orgasmo devido a uma situação muito particular. As mulheres têm acima do clitóris, tal como os homens, uma pele que se chama prepúcio. Muitas vezes, com a menopausa, essa pele cola ao clitóris. Quando isto acontece, há mais dificuldade na excitação. Às vezes, até basta um cotonete com um produto para separar a pele do clitóris. Já “salvei” muitas mulheres que estavam com esse problema e até recebi caixas de chocolate e flores à custa disso», revela soltando uma gargalhada. «É bom saber que ajudo quem mais precisa.»

A cosmética vulvar, tal como a facial, é fundamental para as mulheres logo no início da menopausa. «Hidratar a vulva e a vagina diariamente consiste simplesmente em massajá-la com um creme específico. Há produtos ótimos nas farmácias para isso», diz.

LEIA MAIS: 8 sinais de que a relação chegou ao fim

Segundo Maria do Céu Santo, hidratar a vagina melhora a relação sexual e a própria criatividade do casal, porque acaba por estimular o cérebro. «Passamos a pensar mais nisso, a ser criativos e a estar mais disponíveis para ter sexo.»

Cuide mais de si

Lembra-se quando se arranjava para ir ter com o seu parceiro no início da relação? Para Maria do Céu Santo, essa devia ser a sua principal prioridade depois da menopausa. «Aliás, essa deve ser uma preocupação de todas as mulheres no geral. Não se arranjem só para o trabalho. Não coloquem o chinelinho quando chegam a casa nem vistam logo o pijama… Estejam bonitas, estimulem o parceiro, façam surpresas, alimentem a relação.»

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Whatsapp

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda