Histórias Online

Se está grávida… então vá ao ginásio!

Histórias Online
publicado há 2 semanas
0
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ser mãe de primeira viagem, como os populares dizem, é o acontecimento mais excitante e mais emocionante das nossas vidas, gerando alegria por um lado e medo pelo outro.

Medo de como saber cuidar, como proteger e fazer viver alguém que já carregamos dentro de Nós, mesmo sem o ver e simplesmente, sentir.

É assim que eu me sinto! Feliz, ansiosa e curiosa de como eu, sendo uma mulher tão ativa irei ser como Mãe; como o exercício físico, sendo a minha profissão principal, me influenciou todo este tempo de gestação.

São estes benefícios, quer físicos quer psicológicos, que me influenciaram nesta caminhada e é com base neles que escrevo esta mensagem, na esperança de, tal como aconteceu comigo, ela possa ajudar a elucidar e influenciar, positivamente, a qualidade de vida de outras mamãs.

Nos últimos anos tem-se assistido a uma crescente preocupação em perceber a importância da prática de exercício físico na gravidez. Porém, muitas são as dúvidas que ainda prevalecem nas pessoas. Se o devem ou não fazer.

Como cada caso é um caso, será necessário o ‘estudo’ do estado clínico de cada mamã pelo obstetra, médico assistente e Técnico Especialista em Exercício Físico, de forma a aconselhar a gestante de forma mais assertiva acerca do que pode e não pode fazer.

Falamos aqui de uma tríade de Profissionais – no meu caso, sendo eu a Técnica Especialista em Exercício Físico (TEEF) – que trabalham em conjunto e em prol do melhor para a mãe e para o seu bebé!

Esta viagem excitante de ser Mãe deve ser sempre acompanhada e orientada pelos referidos profissionais – mas também e não menos importantes, por psicólogos e enfermeiros – que nos ajudam a perceber e saber lidar com as mais variadas situações no período peri-parto.

Esta equipa multidisciplinar é responsável por, em apenas 10 sessões, desmistificar o ‘bicho-papão’ que invariavelmente se constrói nas nossas cabeças, mostrando que não há ‘receitas’ standard para lidar com as diversas situações, já que cada bebé é diferente dos demais.

Nesta área figuram as recomendações defendidas pelo nosso Sistema Nacional de Saúde (SNS), que incluem a utilização de alguns exercícios com as bolas de Pilates chamados exercícios de Kegel, que receberam esse nome por terem sido ‘criados’ pelo ginecologista Arnold Kegel em 1948, numa tentativa de prevenir a incontinência urinária e fecal, além de outros problemas da zona pélvica.

Curiosamente, embora o Dr. Arnold Kegel tenha contemporizado e popularizado estes exercícios, a sua prática já era conhecida dos Taoístas da China antiga. Este tipo de exercícios é perfeito para preparar os músculos do soalho pélvico, os quais sustentam o útero, a bexiga, reto e intestino delgado, contribuindo para contornar os problemas citados acima.

Embora este conjunto de benefícios seja importante, há outros a destacar: combate à diabetes gestacional, a prevenção do excesso de peso e das dores lombares, manutenção da forma física e postura, melhorias na sensibilidade à glicose, melhor adaptação psicológica às alterações da gravidez e diminuição do risco de pré-eclampsia. 1

E é aqui que nós, os Técnicos Especialistas em Exercício Físico surgimos! Se está grávida… então vá ao ginásio! Através da anamnese (entrevista realizada pelo profissional de saúde) e da avaliação da componente física da mãe, tendo sempre por base a opinião do obstetra e os exames realizados – prescreveremos um treino específico a cada mamã, nesta nova fase da vida da gestante.

Não existindo contraindicação à prática de exercício físico (mais comum em caso de rutura prévia de membranas ou placenta ou gestação múltipla com risco de parto prematuro ou um descolamento da placenta), vamos guiar e orientar a nossa aluna para que ela ultrapasse da melhor forma todas as mudanças psicológicas e anatómicas a que o corpo de uma gestante está sujeito.

Quero assim desta forma, pedir a cada mamã para que goze, se possível, a experiência de ser mãe como eu estou a gozar! Treinar sim, mas com segurança! Guiada e orientada pelos Profissionais de Saúde e do Exercício Físico! E repleta de pessoas muito queridas e Amigas que fizeram a mala de viagem e viajam connosco!

Texto: Patrícia Pinho
Técnica Especialista em Exercício Físico
Personal Trainer
Feel Free Health Club Santa Maria da Feira

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
1. Physical activity and excercise during pregnancy and postpartum period. Committee Opinion No. 650. American College of Obstetricians and Gynecologists. Obstet Gynecol 2015; 126:e 135-42

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top