Recém-nascido

Recém-nascido com meningite leva mãe a deixar um alerta sobre visitas

Redação
publicado há 3 meses
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Cátia Godinho, do blogue A Nossa Mãe é Enfermeira, vive momentos de angústia devido ao internamento do filho mais novo. O pequeno Manuel, de apenas duas semanas, apanhou um vírus que lhe provocou uma meningite. Nas redes sociais, a enfermeira faz um alerta sobre as visitas a um recém-nascido.

Leia aqui o seu desabafo:

Aproveito a nossa experiência difícil para, mais uma vez, tentar sensibilizar para um assunto tão delicado… Vamos então falar de duas das regras de ouro para proteger um recém-nascido:

1. Por que é que não devemos visitar um recém-nascido se estivermos doentes, mesmo que aparentemente não seja “nada de especial”?

2. Por que não devemos dar beijinhos a um recém-nascido (a menos que seja o nosso, claro!) A resposta está nesta imagem.

Muitas vezes, aquilo que não é “nada de especial” para nós, adultos e mesmo crianças maiores, pode rapidamente tornar-se em algo bastante grave num recém-nascido.

No caso do Manuel não conseguimos impedir o contágio, pois os três irmãos estiveram doentes. Febre e dor de garganta durante 24 horas cada um. Aparentemente “nada de especial”. E no entanto, o Manuel apanhou o mesmo vírus que lhe provocou uma meningite.

Há outros vírus que em nós apenas se manifestam numa simples constipação, portanto “nada de especial”, e num recém-nascido ou bebé pequeno pode dar origem, por exemplo, a graves problemas respiratórios.

LEIA TAMBÉM: Reportagem especial: Quando o vírus do herpes deixa uma bebé saudável com paralisia cerebral

A verdade é que vírus que aparentemente não são “nada de especial” podem facilmente pôr um bebé recém-nascido em risco! Não dar beijinhos ao bebé vai também nesse sentido, mas vai ainda mais além. Por exemplo, o herpes é um dos vírus mais perigosos para o recém-nascido, podendo levar à morte ou a sequelas muito graves. O herpes labial pode ser contagioso, especialmente a pessoas com o sistema imunitário frágil como os recém-nascidos, mesmo sem que naquele momento haja lesão no lábio.

A meningite do Manuel foi causada por um enterovirus, felizmente tudo indica que seja um dos menos agressivos dentro desta família, mas poderia ter sido causada por qualquer outro vírus, sendo uns mais perigosos que outros para o bebé.

LEIA AINDA: 10 regras de ouro para proteger um recém-nascido

A grande preocupação no início foi descartar uma meningite bacteriana, e depois descartar um dos vírus mais perigosos, o herpes.

Não visitem recém-nascidos se estiverem adoentados. Não dêem beijinhos aos recém-nascidos!

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda