Bebés/Crianças

O ritual do deitar é mais do que o “chichi e cama”?

Redação
publicado há 3 semanas
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Leia o artigo de opinião de Inês Pessoa e Costa, de Consulta do Sono-Pediatria do Centro da Criança e do Adolescente do Hospital CUF Descobertas, em Lisboa.

 

O momento que antecede a ida para a cama deve ser um momento ritualizado, em que a criança consegue antecipar o que vai acontecer e em que começa a preparar o seu corpo e a sua mente para ir dormir! O ritual de “ir para a cama” não é mais do que a criação de um hábito e, qualquer hábito, é uma aprendizagem feita por repetição, de algo que nos ensinam, que nos é transmitido. Dormir bem não é um comportamento inato, dormir bem é um comportamento aprendido.

É importante que quem está a ensinar esse hábito tenha alguns conhecimentos. A saber como primeiro passo: os pais devem criar um hábito de “ir para a cama”. Como é que isso se faz? Devem-se criar sequências de ação, repetidas de forma diária e  consistente, de acordo com um horário que deve ser pouco variável mas adaptado às rotinas da família.

À hora de jantar

Se possível jantar sempre por volta da mesma hora. As refeições devem ser ligeiras para que miúdos e graúdos não requeiram um grande esforço na digestão. Hoje em dia é difícil a articulação de tantas exigências, trabalho, horário de sair da escola, atividades extra-curriculares, etc. No entanto, juntar toda a família à mesa é um momento importante na dinâmica da família, que permite o convívio, o conhecimento dos interesses de cada um e a partilha do que aconteceu durante o dia.

Depois do jantar

Deve seguir-se um momento de cerca de 15/20 minutos dedicado à afetividade e ao relaxamento. Ao fazê-lo estamos a ajudar a criança a não associar o momento de comer ao momento de dormir. Assim, é importante que neste tempo se façam brincadeiras mais tranquilas, calmas, não tanto viradas para a estimulação física ou mental.

Estas devem ser feitas na sala, até no quarto, mas não na cama. Pais e filhos podem fazer atividades como: cantar uma canção, ouvir em conjunto uma música suave, fazer umas festinhas ou massagens, ler um livro, preparar a roupa ou a mochila, etc.

Na hora de deitar

As crianças devem deitar-se sempre por volta da mesma hora! Se adormecerem sempre no mesmo horário, cerca de 30 minutos antes, o cérebro começa a enviar sinais ao corpo de que o momento de deitar está perto. É provável que veja o seu filho ou filha a bocejar mais frequentemente, a piscar ou esfregar os olhos ou mais “molenga” e deve aproveitar esses sinais para o momento “xixi e cama”.

Ajude a preparar as crianças para se irem deitar, tendo em conta que os hábitos vão variando de acordo com a idade. Por fim, pijama vestido, deitar na cama, põem a chucha se ainda usarem, liga-se o móbil, aconchegam-se ao objeto que lhes faz companhia durante a noite, seja o seu boneco, doudou ou mantinha, os pais dão um beijinho de boa noite, desligam a luz ou
deixam a luz de presença e saiem do quarto para as crianças poderem dormir “o sono dos justos”.

A momento de se ir deitar é um momento importante para a auto-regulação da criança. É uma altura em que a criança está a tranquilizar-se para ir dormir ou, quando é muito pequena, está a ser ajudada a tranquilizar-se, em que o seu ritmo corporal está a diminuir e em que a família deve estar dedicada à acalmia das rotinas de mais um dia.

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda