Bebés/Crianças

Nova técnica para adormecer bebés salva mãe de gémeas: «Elas acordavam-me 40 vezes»

Redação
publicado há 3 meses
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Jacqui Wolstenholme é mãe de duas meninas gémeas com quatro anos, Jessica e Jasmine, e passou por vários desafios ao longo da maternidade que chegaram a colocar em causa a relação e o trabalho. As bebés tinham dificuldade em adormecer e chegavam a acordar «40 vezes por noite», revela a mãe em declarações à BBC.

«Aos três meses, quando muitos bebés começam a dormir mais horas, as coisas foram piorando», conta. «Eu ficava na cama com uma delas, e a outra ficava com Julian (o pai) noutro quarto.» O casal começou a sofrer de privação de sono. Jacqui queria voltar ao trabalho, ao fim de 12 meses, mas não conseguiu. «O meu marido estava com problemas em manter o emprego, por pura exaustão.»

LEIA TAMBÉM: A tortura do sono

Com perspetivas pouco animadoras em relação ao futuro, o casal decidiu recorrer a uma especialista do sono. Inicialmente, é feita uma análise ao histórico médico do bebé e ao ambiente onde dorme. No caso das gémeas, foi possível perceber alguns problemas que estão a afetar agora o sono das bebés. «Nos primeiros meses de vida, elas sofreram com doenças crónicas recorrentes e repetidas internações hospitalares», diz a mãe.

A partir daí foi estabelecida uma rotina rigorosa. «Uma hora antes de irem dormir, diminuímos as luzes do andar de baixo. A televisão, o rádio e outros dispositivos eletrónicos são desligados. Ocupamos o tempo a desenhar, a brincar, qualquer coisa que envolva a coordenação do olho e da mão», explica Jacqui à mesma publicação. Depois, as gémeas vão tomar banho e vão logo para a cama. «Seguimos exatamente a mesma rotina. Usamos sempre as mesmas palavras para dar as boas noites.»

Leia mais aqui.

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda