Histórias Online

«Não estou com o amor da minha vida, mas sou muito mais feliz sem ele!»

Histórias Online
publicado há 9 meses
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Conheci o amor da minha vida aos 14 anos. Na altura não sabia que o iria considerar o homem da minha vida, claro. Era muito menina e muito ingénua.

Mas apaixonei-me. Não pensava em mais nada a não ser nele. Em namorar com ele e em querer construir uma vida com ele.

Temos diferença uma diferença de idade de seis anos. Hoje em dia não se nota, mas naquela altura talvez tenha sido um entrave à nossa união.

Apesar de nunca termos tido uma relação amorosa, criámos uma ligação única. Sabíamos que nos amávamos e falávamos abertamente do que nos unia, mas ele tinha consciência que não me iria fazer feliz. E, por mais que me custasse, eu também sabia dessa realidade.

Não era homem de uma mulher só! A questão era: «Se me amasse, deixaria essa vida de ‘engatatão’…» Achava isso! Mas não. Ele não era mesmo um homem de uma mulher só.

Vivemos a adolescência e início da fase adulta cada um com a sua vida e com as suas paixões. Mas sentíamos que pertencíamos um ao outro. O meu coração era dele e o dele era meu.

Até que cada um conheceu pessoas que fizeram com que tudo mudasse. Ele casou e eu casei. Seguimos caminhos diferentes.

Mas sei que nos amamos. É um amor eterno que aquece o meu coração quando o vejo. E sei que com ele é igual.

Sei que ele é o homem da minha vida, mas não seria feliz com ele.

Agora estou com o homem dos meus sonhos (sim, eu diferencio o homem da minha vida do homem dos meus sonhos), que me faz muito feliz.

Sim, é possível! Sou uma pessoa feliz e não estou com o homem da minha vida.

 

Texto: I.J.

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda