Saúde

Maquilhadora ilustra como seriam as marcas da endometriose se deixassem lesões externas

Redação
publicado há 1 mês
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

O nome de Andrea Baines, uma maquilhadora britânica de 34 anos, anda a correr mundo. E a razão é simples. A artista quis mostrar como é a dor provocada pela endometriose e as imagens são, deveras, impressionantes.

Esta mulher, que sofre da doença há alguns anos, quis dar a conhecer de que forma a endometriose afeta as mulheres e como seriam as marcas se deixassem lesões externas.

Leia também: Endometriose: A doença que se confunde com dores menstruais
«Um médico de clínica geral praticamente chamou-me de mentirosa e disse que a dor estava na minha cabeça»

Dessa forma, Andrea organizou uma sessão fotográfica com uma modelo, também ela afetada pela endometriose, e desenhou no corpo de Rachel Berwick os efeitos que a doença provoca. Assim, estas mulheres quiseram mostrar o sofrimento pelo qual passam e que é, aos olhos do comum dos mortais, algo silencioso. 

«Acho que alguns médicos estão muito atrasados quando se trata da endometriose e eles não acreditam na extensão da doença e tudo o que ela pode fazer ao corpo. Há uma tendência a agrupá-la às dores menstruais. Um médico de clínica geral praticamente chamou-me de mentirosa e disse que a dor estava na minha cabeça», relatou a artista que foi diagnosticada com a doença aos 21 anos.

Leia ainda: Mulher mostra imagens dos efeitos da endometriose no corpo e deixa Internet em choque
O que é a endometriose?

Endometriose é uma doença tão dolorosa quanto desconhecida. São muitas as mulheres que sofrem desta patologia e algumas delas nem sabem que são portadoras deste (grave) problema.

Segundo o site da Associação Portuguesa de Apoio a Mulheres com Endometriose, esta é uma doença com tamanha expressão que é hoje reconhecida como uma doença social.

O seu impacto na sociedade é tremendo e é considerada como um grave problema de saúde pública. Isto reflete-se em horas de absentismo no trabalho ou subprodução, por dor incontrolável.

A vida social e sexual é, pelos mesmos motivos, afetada. E são múltiplos os casos de divórcio e separações pela constante perda de qualidade de vida destas mulheres, que leva a conflitos conjugais.

Fotos: Reprodução Facebook

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda