Histórias Online

«Já não gosto do meu marido mas não me separo por questões financeiras»

Histórias Online
publicado há 8 meses
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Sei que à primeira vista a minha situação pode causar estranheza para algumas pessoas, mas é isto que se passa. E, no fundo, sei que há muitas pessoas na mesma situação que eu.

Homens e mulheres que não amam os seus companheiros, mas que não se separam porque não têm condições para viver sozinhos.

Tenho 42 anos e tive um casamento feliz, de 15 anos. Desta união nasceram dois filhos. Há cerca de oito meses tomámos a decisão de cada um seguir a sua vida porque o nosso amor deixou de existir. O amor tão bonito que nos unia virou amizade. Não fazia sentido continuarmos a lutar por algo que já não existia.

Leia também: «Não estou com o amor da minha vida, mas sou muito mais feliz sem ele!»

Amamo-nos. Mas um amor de companheiros e amigos. Não um amor carnal e de desejo.

Mas depois de muito falarmos, concluímos que, por enquanto, continuaríamos  a viver juntos, mas a ter “vidas separadas”. Não tenho como me sustentar sozinha e com dois filhos.

O meu ordenado não chega a 700 euros por mês. Já pensei em arranjar outro trabalho ao mesmo tempo, mas se o fizer, nunca conseguirei estar com os meus meninos. Esta, infelizmente, é uma realidade muito comum entre muitos casais.

Sei que não é vida. Sei que somos novos e temos um caminho pela frente. Mas, mesmo com guarda partilhada, jamais conseguirei pagar uma casa e todas as outras despesas/bem essenciais sozinha.

Leia ainda: «Quando faço amor com o meu marido penso noutra pessoa»

Tento procurar casas baratas, tento ver como gerir a minha vida e… não está fácil. É impensável viver sozinha.

Não posso voltar para casa dos meus pais, pois moram a 350 quilómetros de mim.

Não sei como será o meu futuro. Por enquanto só sei que vivo com o meu marido apenas por questões financeiras. Porque amor entre marido e mulher já não existe.

 

Texto: Anónimo

 

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda