Bebés/Crianças

Dar muito colo é 100% benéfico, sabia?

Redação
publicado há 1 semana
1
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Dar (muito) colo e (muito) mimo é absolutamente crítico para todos os bebés, tem zero de consequências negativas e é 100 por cento benéfico!

É mesmo isto que defendo e, quem me conhece ou acompanha o meu trabalho, sabe que para mim não há Bebés estragados! E não sou só eu que o digo. Existem inúmeros estudos que o afirmam, comprovam e defendem.

Para os Pais desse lado, já vos aconteceu certamente alguém lhes dizer que estão a «dar demasiado colo» e que «vão habituar mal o Bebé». E a dúvida instala-se, sobretudo, nos primeiros meses dos Pais de primeiro berço.

Mas não se penalize por seguir os seus instintos, que são mesmo os mais corretos! Estudo após estudo, a ciência comprova que dar colo ao seu Bebé não é de todo prejudicial, e é mesmo uma parte essencial no que toca aos primeiros cuidados dos bebés, com um impacto a longo termo na sua saúde e desenvolvimento.

Dou-vos a conhecer dois destes mais recentes estudos. Há uns tempos, um deles, demonstrou que o contacto pele com pele, nos primeiros tempos após o nascimento, melhora o neurodesenvolvimento e está associado a um QI elevado, reduzindo os níveis de agressividade. Para além disso, o contacto pele com pele também aumenta a probabilidade de sucesso na amamentação, e pode até tornar alguns procedimentos médicos menos dolorosos para os Bebés.

Outro estudo salienta também a importância deste contacto pele com pele entre os Bebés e os seus cuidadores com efeitos muito positivos de longo prazo. Quanto mais o Bebé for exposto ao «toque gentil» maior será o impacto no desenvolvimento do seu cérebro, particularmente na área que processa estes estímulos, absolutamente necessários para a aprendizagem e desenvolvimento socio-afetivo.

Mas atenção: estas descobertas são válidas para aquilo que cientificamente se chama «toque intencional de afeto», ou seja, não incluímos aqui o toque associado a momentos mais funcionais, como é o de mudar a fralda ou dar comida ao bebé.

Este contacto, este colo, é absolutamente imprescindível para o desenvolvimento cerebral do bebé. O toque é um dos primeiros sentidos a desenvolver, antes da audição ou visão, o que o torna na pedra fundamental para a construção de um desenvolvimento saudável. Cada pedacinho de amor conta para o desenvolvimento cerebral do bebé.

Perante isto, Mães e Pais, podem todos respirar de alívio, e acreditem quando digo que não há forma de dar colo «demais». Digo eu e é comprovado por inúmeros estudos que, constantemente, o reafirmam.

Ir ao encontro da necessidade biológica de contacto físico dos nossos bebés não se trata de um estilo de parentalidade mas sim de responder à nossa programação de necessidades milenar para um desenvolvimento saudável!

Ainda precisam de mais motivos para ficarem bem agarradinhos ao vosso Bebé?

 

 

 

Texto: Psicóloga pediátrica Clementina Almeida, mentora do projeto ForBabies Especialistas em Bebés
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda