Histórias Online

A crueldade em ouvir: «Não nasceste para ser mãe!»

Histórias Online
publicado há 2 anos
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Não há nada pior que ouvir isto… Quando se acusa uma mãe sem dó nem piedade e se julga sem qualquer fundamento, só estão a contribuir para que essa mãe se vá abaixo cada vez mais.

Preciso de desabafar e acredito que haja outras mães na minha situação. Fiquei desempregada quando estava grávida. Trabalhava numa loja e, claro, o contrato não foi renovado quando souberam do meu estado. Estou em casa desde que a minha filha nasceu. Ela agora está com quase dois anos e eu estou farta de não fazer nada. Aliás, estou farta de não ter um emprego e viver apenas para ela. É muito duro ser mãe a tempo inteiro. Muito mesmo. Ainda por cima tem sido uma bebé difícil, muito chorona e birrenta. Há dias em que só me apetece desaparecer!

LEIA TAMBÉM: «Se tiveste depressão pós-parto é porque és uma fraquinha»

Há dias em que me passo da cabeça, ando completamente esgotada e o meu marido não ajuda com nada! NADA! E ainda me aparece à frente a minha sogra que só sabe criticar tudo o que eu faço. Um dia destes disse-me com uma enorme crueldade: “Tu não nasceste para ser mãe!” Nem tive reação. Isolei-me e chorei… chorei muito! Faço tudo o que posso pela minha filha, dou o meu melhor.

Mas decidi erguer a cabeça e provar-lhe que sou uma grande mãe! Só que… fui-me logo abaixo rapidamente. Não passou de uma intenção… Não sei o que fazer.

Não tenho o apoio do marido, que ainda ajuda a festa. “Tens de ter mais calma e paciência!”, diz-me ele. Mas é tão fácil falar! Ele trabalha por turnos e quando está em casa é para descansar. E eu tenho de compreender, porque é ele que nos sustenta. Já não sei mesmo o que fazer. Mas sinto-me um farrapo…

Texto: Teresa Gaspar

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda