Gravidez

Como planear uma gravidez?

Redação
publicado há 1 ano
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Tornamo-nos pais muito antes do bebé nascer. Tudo começa com a intenção de conceber. E, se para alguns casais é fácil, para outros pode ser uma verdadeira tarefa hercúlea.

Cada casal é diferente, e a gravidez em si também o é. Depende de fatores biológicos e especificidades genéticas de cada um.
É importante esclarecer que o primeiro passo deverá ser consultar um profissional de saúde qualificado para o efeito, que irá acompanhar o casal durante todo o processo.

Eis alguns conselhos e dicas para quem está a tentar conceber. A mulher deverá iniciar um suplemento de ácido fólico assim que decide engravidar, uma vez que evita malformações a nível da espinha bífida do bebé.

1. Check-Up médico: Antes de engravidar é importante perceber como está a saúde física do casal, principalmente da mulher, cujo corpo servirá de «abrigo» ao novo ser.. Deverá ainda fazer um check-up dentário, pois alguns procedimentos deverão ser evitados durante a gravidez.

2. Compreender o ciclo menstrual: Atualmente é fácil mantermo-nos a par devido às inúmeras aplicações que acompanham o ciclo menstrual da mulher. É importante ter em consideração que, se estava a tomar a pílula ou tinha algum dispositivo anticoncepcional hormonal, o corpo poderá precisar de algum tempo para regular novamente o ciclo. Passado esse período, deverá ser considerado o dia em que a mulher está a ovular, sabendo que estará fértil nos três dias que antecedem e que sucedem esse dia. A melhor altura para engravidar será durante essa janela fértil de seis dias.

3. Manter o corpo e a mente sãos: Muitos são os estudos científicos que mostram uma relação direta entre o estado emocional e o tempo que o casal demora a engravidar. O segredo está em apreciar o percurso e não ver a relação sexual como estritamente reprodutiva. A ansiedade e o stress podem ser bastante prejudiciais, diminuindo a probabilidade de engravidar ao afetar a produção hormonal na mulher. No que toca aos cuidados com o corpo, passa por manter uma alimentação saudável e variada, evitando o consumo de cafeína, álcool e tabaco. Estes cuidados aplicam-se a ambos os elementos do casal, já que irão ter uma influência positiva, tanto na contagem e velocidade dos espermatozóides, como no sucesso da fecundação. O homem deverá ainda evitar ambientes como saunas, banhos turcos e duches muito quentes, estar com o portátil ao colo e andar muito de bicicleta, pois irão diminuir a contagem de espermatozóides ao sobreaquecer os testículos.

4. Permanecer deitada após a relação sexual: Recentemente foi desenvolvido um estudo holandês que provou a importância de permanecer deitada após o sexo, ao constatar que aumentaria a probabilidade de engravidar em 50 por cento. Basta permanecer de barriga para cima, ou de lado, por um período não inferior a 15 minutos.

A conceção espontânea é mais frequente nos primeiros seis meses de tentativas, sendo perfeitamente aceitável um período de até um ano. É importante perceber que a fertilidade decresce, na mulher, ao longo do tempo. Se tem entre 35 e 40 anos deverá procurar ajuda de um especialista em fertilidade, se não conseguir engravidar no prazo de seis meses. Se tiver mais de 40 anos, o acompanhamento deverá começar até um ano antes da intenção de conceber.

 

Texto: Enfermeira Diana Burlacu Mendes

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda