Histórias Online

«A carta de amor que nunca te escrevi!»

Histórias Online
publicado há 3 anos
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Nunca acreditei em amor à primeira vista, até que os nossos olhos se encontraram.

Ali percebi que tu eras diferente. Que podias marcar a minha vida como ninguém. Que o sonho de casar e construir uma vida com alguém, podia ser contigo.

Tu tornaste-te o meu sonho real. O meu amor mais profundo.

O arrepio que me fazias sentir cada vez que a tua mão tocava na minha, não era em vão.

As borboletas na barriga que sentia cada vez que ia ao teu encontro, não podiam esvoaçar só porque sim.

Graças a isso percebi que o que sentia era amor. Que aquilo que o meu coração transmitia era o “para sempre”.

Hoje sei que te amei desde o dia em que te conheci. Que aquilo que construíste na minha vida foi o mais belo que poderiam ter feito.

Que foste o pilar mais importante para equilibrar a minha existência. Que o teu amor curou todas as feridas no meu peito e que as minhas lágrimas secaram graças ao teu calor.

Se reparares escrevi sempre no passado. Não que já não sejas tudo isso para mim, mas porque não quero pensar mais no que foste.

Quero continuar a viver o nosso amor da mesma forma, mas a pensar no presente. A construir tudo o que desejamos de uma forma única e especial.

Esta é a carta que eu nunca te escrevi… Mas este é o amor que sempre senti por ti.

És a minha vida, o meu sonho, o meu “mais que tudo”…

Amo-te para sempre, meu amor.

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Botão calendário

Agenda

Consultar agenda