Saúde

Cabelos Mágicos fazem sonhar crianças vítimas de cancro

Redação
publicado há 3 semanas
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

O objetivo do projeto Cabelos Mágicos «é tentar diminuir um bocadinho o sofrimento das crianças», diz a responsável da ideia, Maria Miguel.

Tentam «fazê-las sentirem-se crianças, que é o que deviam sentir sempre», acrescenta. A voluntária decidiu dar início ao projeto depois de, em dezembro de 2017, ter tido conhecimento de outro do género, nos Estados Unidos da América.

Viu «o projeto ‘The Magic Yarn Project’, do Alasca», no Facebook e tudo começou aí. «Telefonei a mais quatro pessoas e decidimos, em janeiro de 2018, arrancar com o projeto Cabelos Mágicos». As cabeleiras, feitas por voluntárias, destinam-se não só a crianças que se encontrem a fazer tratamentos de quimioterapia, mas também às que tenham nascido sem cabelo, devido a doenças. Chegam a vários pontos do País e a várias unidades hospitalares.

Cabelos Mágicos são feitos de «materiais próprios para bebé»

«Entregamos na casa da Acreditar de Coimbra, na Casa da Acreditar do Porto, no IPO do Porto, no Hospital de São João, no Porto, no Hospital Pediátrico de Coimbra e na Make A Wish de Lisboa», refere a responsável.

As cabeleiras, feitas com «materiais hipoalergénicos, algodão e materiais próprios para bebé», são inspiradas em personagens da Disney, à escolha da criança. «Quando temos alguma encomenda, perguntamos qual é a personagem de que a criança gosta mais. Quando estamos com menos trabalho, fazemos as personagens que normalmente nos pedem mais», explica Maria Miguel.

Saiba mais aqui sobre as fotografias que os pais enviam dos miúdos com as cabeleiras e o sobre objetivo de criar uma associação

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda