Notícias

Atleta que perdeu patrocínio por ter engravidado bate recorde e deixa mensagem emocionante nas redes sociais

Redação
publicado há 2 semanas
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

A gravidez é (ainda!) um assunto que levanta várias questões, principalmente no que ao campo profissional diz respeito. A história da norte-americana Allyson Felix é exemplo disso.

Esta velocista ficou sem patrocinadores assim que engravidou, porque, segundo consta, teriam receio que depois de dar à luz, a atleta não tivesse o mesmo desempenho de outrora.

A gravidez foi de risco – teve pré-eclâmpsia e teve de ser submetida a uma cesariana às 32 semanas de gestação -, mas nada disso fez com que Allyson perdesse a fé e a força para mostrar que as mulheres não deixam de ser profissionais por engravidarem e darem à luz.

Leia também: «Fui despedida por ter sido mãe»: A dura realidade de uma mulher que foi ignorada
«Estou realmente orgulhosa»

«Tive de lutar muito este ano – pela minha saúde, pela minha filha, pelas mulheres e mães, pelo que eu mereço e pelo meu condicionamento físico. Estou realmente orgulhosa de estar no meu 9.º campeonato mundial e este é mais especial, porque a minha bebé está no estádio para assistir a tudo», escreveu Allyson no Instagram, onde aparece ao lado da filha numa fotografia.

A bebé conta já com 10 meses e a atleta mostrou que voltou a ter grande desempenho na sua profissão. De que forma? Batendo o recorde do jamaicano Usain Bolt, que conta com 11 medalhas de ouro. Allyson consegui a sua 12.ª, tornando-se assim, a única atleta do planeta com esse tento em Campeonatos do Mundo.

Leia ainda: «Fui despedida assim que regressei da licença de maternidade»

Esta é mais uma prova de que a gravidez não impede que os objetivos das mulheres continuem a ser alcançados.

Fotos: Reprodução Instagram

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda