Família

«As 10 coisas mais importantes que aprendi desde a morte do meu filho»

Redação
publicado há 2 semanas
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Não há nada que consiga explicar a dor de perder um filho.

E por isso mesmo, o inglês Richard Pringle, fez questão de contar a sua história nas redes sociais.

Em agosto de 2016 perdeu o filho Hughie, de apenas três anos. O menino morreu de repente, com uma hemorragia cerebral, deixando os familiares devastados.

Com toda a situação, o pai da criança fez uma partilha no Facebook que não deixou ninguém indiferente. Uma fotografia dos dois tinha como título: «As 10 coisas mais importantes que aprendi desde a morte do meu filho».

O post contou com milhares de comentários, reações e partilhas.

 

 

Leia o texto, na íntegra, em baixo:

As 10 coisas mais importantes que aprendi desde a morte do meu filho

1. Você nunca perderá em beijar e amar demais;

2. Você sempre tem tempo. Pare o que está a fazer e vá brincar, nem que seja por apenas um minuto. Nada é tão importante que não possa esperar;

3. Tire fotos e grave quantos vídeos for humanamente possível. Um dia, isso pode ser tudo o que você terá;

4. Não gaste dinheiro, gaste tempo. Acha que o que você lhe compra é importante? Não é. O que você faz é o que importa. Salte em poças d’água, faça caminhadas, nade no mar, acampe e divirta-se. Isso é tudo o que eles querem. Não consigo lembrar-me do que comprámos para o Hughie, só me lembro do que fizemos juntos;

5. Cante. Cante músicas juntos. As minhas lembranças mais felizes são do Hughie sentado nos meus ombros ou ao meu lado no carro, a cantar as nossas músicas favoritas. As memórias são criadas através da música;

6. Valorize as coisas mais simples. À noite, na hora de dormir, a ler histórias. Jantares juntos. Domingos preguiçosos. Aprecie os momentos mais simples. São deles que sinto mais falta. Não permita que essas memórias especiais passem despercebidas;

7. Dê sempre um beijo de despedida naqueles que você ama e, se se esquecer, volte atrás e beije-os. Você nunca sabe se é a última vez que terá essa oportunidade;

8. Faça das situações “secantes”, diversão. Viagens ao supermercado, viagens de carro, passeios pelo shopping… Seja um tonto, conte piadas, ria, sorria e aproveite. Elas são apenas tarefas se você as tratar assim. A vida é muito curta para não se divertir;

9. Mantenha um diário. Escreva tudo o que seus filhos fazem e iluminam o seu mundo. As coisas engraçadas que dizem, as coisas fofas que fazem. Nós só começámos a fazer isso depois que perdemos o Hughie. Queríamo-nos lembrar de tudo. Agora, nós fazemos isso com o Hettie e também faremos com a Hennie. Você terá essas memórias escritas para sempre e, quando estiver mais velho, poderá olhar para trás e apreciar todos os momentos;

10. Se você tem os seus filhos consigo, pare para beijá-los à noite. Para tomar o pequeno almoço. Para caminhar até à escola. Para os levar à universidade. Para vê-los casar. Você é abençoado. Nunca se esqueça disso.

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda