Histórias Online

«O amor da minha vida ‘trocou-me’ por Deus»

Histórias Online
publicado há 2 semanas
2
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Amar nem sempre é fácil. E amar alguém que nos ama, mas que põe as suas ideologias e crenças acima de tudo, muito menos.

Tenho 35 anos. Sou uma mulher como tantas outras que sempre sonhou em ter uma vida em comum com alguém, que sonhou em ter uma casa e ter filhos.

Tudo se encaminhava para isso quando conheci o J.. Ele era estudante de Teologia e eu estudava enfermagem. Apaixonámo-nos e vivemos uma bonita história que durou menos tempo do que ansiávamos.

Em oito meses fizemos planos, criámos rotinas, conhecemos as famílias de ambos e fomos felizes. Atrevo-me a dizer que foi a fase mais bonita da minha vida. Fui muito, mas mesmo muito feliz.

Mas “de um momento para o outro” a nossa vida mudou. O J. começou a pôr em causa o que nos unia, sempre dizendo que me amava, que isso não estava em causa. Mas sentia que havia algo “superior” ao nosso amor. Sentia que, por mais que eu lhe fizesse bem, o destino dele estava traçado. E eu não estava nesse caminho…

A mudança dele começou quando fez um retiro durante uma semana. Veio de lá uma pessoa diferente.

Sempre foi apaixonado por tudo o que envolve o Cristianismo e sempre teve em mente dar aulas relacionadas com a área da Teologia. Mas nunca pôs em causa que essa paixão pusesse em “risco” a vida que estava a construir. Mas pôs!

O J. terminou tudo comigo porque se quis dedicar apenas e só a Deus. Salientava que o amor por mim continuava a existir, mas que o amor por Deus falava mais alto.

Fui ‘trocada’ por Ele. E doeu muito. O amor da minha vida preferiu viver com Deus do que comigo. Abdicou de tudo o que construímos para entrar no seminário e seguir a “carreira” de padre.

Hoje, passados 12 anos, é uma mágoa que guardo ainda no meu coração. Ele está noutra cidade e eu estou noutra vida.

Casei, sou mãe de duas lindas meninas, mas não esqueço o desgosto que me foi causado.

Respeitei a decisão dele, mas demorei a esquecer o amor que vivi e que me deixou tão triste…

Fui “trocada” por Deus, mas sei que estive presente durante muito tempo nas preces do J. . Não falamos há muitos anos e, sinceramente, continuo sem querer ter contacto.

Sei dele através de amigos comuns e sei que está bem.

Só queria que fosse feliz… fosse comigo ou com o amor da sua vida: Deus!

 

Texto: Anónimo

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda