Histórias Online

Alergia alimentar MATA! Não alimente nem toque em crianças sem os pais saberem

Histórias Online
publicado há 6 meses
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Sílvia Marques luta há mais de um ano contra uma sociedade que não está preparada para lidar com crianças multialérgicas. Neste testemunho, a mãe do pequeno Salvador, que lançou o projeto O Alergias, não tem papas na língua.

 

Leia aqui o seu texto:

A culpa é da Sociedade!

Sociedade – grupo de pessoas que partilha o mesmo propósito… (in wikipedia.org)

Cheira-me que a definição está desatualizada ou simplesmente o propósito mudou.

A Sociedade, que não quer saber nada mais do que não seja o que afete individualmente cada um, – é o mesmo que dizer: “Só quero saber de mim!”

A Sociedade a que pertenço, em que outrora, confesso, nada me importei com quem tinha Alergias, nem quis saber sequer, mas também nunca me afetou… até então.

A Sociedade, esta a que pertenço e, em que agora tenho de criar um filho com múltiplas Alergias Graves, bem como “atirá-lo” a esse mundo em que ninguém pensa, para além dos seu próprios Filhos!

Sociedade que é tão “desimportada” como desinformada, então de quem é a culpa? De quem é a culpa, de ninguém querer saber desta condição do meu Filho? É tua, minha ou da Sociedade?

A culpa é da Sociedade, da qual eu faço parte e da qual vocês sem filhos Alérgicos também. Então a culpa é de todos nós!

LEIA TAMBÉM: Anafilaxia: Sobreviver sem condições

Por que não pode o meu filho andar na rua livremente sem que ninguém lhe toque? Será culpa tua que não sabes ou culpa minha que não te disse?

A comida que insistem em oferecer carinhosamente e que o pode levar à morte? Foste tu que ofereceste ou fui eu que nunca te impedi de o fazeres?

Por que não o sabes socorrer? Por que não estás apto para o salvar? Coisa tão fácil a de injetar uma criança com adrenalina, por que raio não o fizeste? Não sabias ou eu nunca te ensinei?

A culpa é tua que não vês, para além do que te afeta, tua que não tens um filho como o meu, cuja vida está sempre em risco. Que corre esse risco de vida nessa “inofensiva” bolacha que lhe queres dar e nesse beijo que insistes em querer roubar-lhe, a culpa é Tua!

Sou tão culpada como tu, ou até mais! Este filho é meu, bem como a obrigação de o manter seguro e vivo.

Então a culpa é minha? Sim, é minha que tenho a informação e não ta dei. Minha que tantas vezes prefiro guardá-lo em casa a ter de te explicar. A culpa é minha que te culpo a ti da informação que não tens, mas que é legítimo que não a tenhas, afinal não tens um filho como o meu.

Veja a nossa reportagem especial e continue a ler o testemunho mais abaixo:

A sociedade sou eu e tu sem filhos Alérgicos. Nós que queremos o respeito, a compreensão e a aceitação tanto do meu filho como do teu.

Então, se eu e tu queremos o mesmo para os nossos filhos, por que não conseguimos comunicar?

Chega de Culpar a sociedade a culpa é de cada um de nós, nós somos a Sociedade!

Vou dar-te a informação: A Alergia Alimentar MATA! Não toques no meu filho sem me pedires, nem lhe ofereças comida, porque isso pode matá-lo!

Agora acredito e confio em ti para que cumpras o que te pedi.

Chegou a hora de soltar o meu bem mais preciso ao mundo, chegou a hora de o levar ao parque, de o levar à praia e passear com a irmã. Ajuda-me a mantê-lo Salvo, não o roubes de mim, nem do seu pai ou da irmã.

Agora que tu já sabes, eu já to disse, chegou a vez de o dizermos ao País. Em nome do meu filho e de tantos outros com Alergias alimentares partilha este post, partilha esta imagem porque somos todos responsáveis pela inclusão e felicidade de todas as crianças.

Eu e tu somos a sociedade, que a culpa não volte a ser nossa.

Texto: Sílvia Marques, mãe do Salvador, do projeto O Alergias

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda