Educação

Afinal, os castigos funcionam ou não?

Redação
publicado há 3 meses
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Estabelecer regras e rotinas é fundamental para a educação das crianças. Quem o diz é a pediatra Sónia Marques, que defende que os pais devem conversar, em vez de castigar de imediato.

«As crianças testam sempre os limites e testam uma coisa importante, a consistência da aplicação desses mesmos limites. Toda a gente sabe que a disciplina não é uma tarefa fácil. Os pais têm de estabelecer regras, rotinas, promover a parentalidade, que é uma coisa importantíssima, promover e felicitar os comportamentos positivos e, às vezes, temos de fechar os olhos, ignorar alguns comportamentos que a gente tem a nítida noção que são chamadas de atenção», referiu a especialista durante «O Programa da Cristina», da SIC.

LEIA TAMBÉM: Com este castigo tão original o seu filho tão depressa não volta a fazer asneira!

Sónia Marques, que também é mãe, assume que as punições são necessárias, mas o diálogo é fundamental na educação dos filhos. «A punição deve ser a nossa única opção. Nós temos de conversar, explicar e tentar ao máximo levar as coisas pelo bom caminho. Confesso que não gosto da palavra castigo. A conversa com as crianças parece que não dá resultado, mas dá muito resultado. Fica sempre alguma coisa, sempre!», afirmou.

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda