Gravidez

7 histórias que envergonham qualquer mãe na hora do parto

Filipa Rosa
publicado há 6 meses
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Só quem tem filhos sabe o quão constrangedor é o momento do pré e pós-parto. Cada caso é um caso, mas estas sete histórias são das mais hilariantes!

Seja parto normal ou cesariana, existem várias situações na vida de uma mulher que só acontecem quando os bebés estão prestes a nascer ou assim que nascem, ainda na maternidade. O site Babyology reuniu algumas, que não vai querer perder! A Crescer também falou com algumas mamãs.

Kylie recordou um dos momentos mais insólitos da sua vida, depois de ser mãe da sua filha, hoje com quatro anos. «Ela nasceu de cesariana e não fazia ideia que as mulheres acumulavam tanto ar na barriga nessa altura. Quanto comecei a ser cosida pelo médico, não aguentei e o ar simplesmente saiu sem parar! Eram puns atrás de puns e eu não consegui retê-los! Que vergonha! Ao décimo pum parei de me desculpar e só esperei que o ar parasse de sair…», conta a jovem entre gargalhadas.

Também Michelle confessou que a sua dignidade acabou quando o seu marido decidiu enviar aos colegas uma foto sua com o recém-nascido… mas algo inédito aconteceu. «A adrenalina eufórica do pós-parto levou-o a selecionar fotos minhas com o bebé e outra em que eu estava toda nua, ainda grávida. Eram fotos pessoais que não tinham sido partilhadas com ninguém e ele acabou por mandar a todos os colegas de trabalho! QUE VERGONHA MEU DEUS!», refere divertida.

Preparada para um parto dentro de água, Carolyn não esquece o momento antes do filho nascer. «A minha dignidade acabou quando decidi sair nua da piscina, porque a água estava demasiado quente. Fui para uma sala onde estava a acontecer uma aula pré-natal, mas tinha tanto calor que nem me importei. Acho que assustei quem lá estava», relata.

Depois de ter tido um parto excelente, em que tudo correu lindamente, Vicki não esperava o que lhe aconteceu. «O médico que me visitou no pós-parto era grande, robusto, musculado e bonito. Sentou-se à minha frente quando eu estava em pé com as pernas afastadas. Ele baixou-se para ver os pontos da minha episiotomia e um coágulo de sangue gigante caiu na bochecha dele. Eu morri por dentro, mas ele agiu de forma normal e limpou a cara enquanto continuava a examinar», conta aquela que nunca mais se esqueceu do sucedido.

Heidi ainda hoje recorda, sem conseguir parar de rir, o momento em que estava prestes a ser mãe. «Eu tinha uma quantidade enorme de líquido amniótico a sair quando as águas rebentaram. As minhas parteiras colocaram-me umas sensuais cuequinhas de algodão enormes com uma almofada por baixo para não ficar a nadar. Quando o anestesista entrou na sala do parto, ele parou e olhou para mim, para as minhas cuecas e disse: ‘Boa cuequinha!’. Eu quase morri!», recorda ainda corada.

Uma das situações mais comuns no parto normal é obrar enquanto a mulher está a fazer força para o bebé sair. Ao site Crescer, Catarina Mendonça revela o momento mais estranho da sua vida. «Por acaso nem sabia que isso costumava acontecer, mas foi um misto de emoções. Estava super concentrada em fazer força para ver se não precisava de ir para cesariana. Fiz tanta força que comecei a fazer cocó, ficou tudo sujo, contraí-me… Foi horroroso! As enfermeiras descansaram-me e disseram-me que era normal. Não era a primeira nem seria a última, porque é algo que não se controla. Mas que vergonha!», conta entre risos.

A Carla Teixeira aconteceu algo inédito, mas também não terá sido a única no mundo. «O momento de rebentar as águas é sempre muito esperado, mas sempre fiz a minha vida normal na gravidez. Já estava de 39 semanas e meia e sentia-me super bem… Trabalhava, ia às compras, jantava com amigos e familiares… O bebé decidiu nascer exatamente no momento em que estava em casa de um casal amigo que tinha comprado um sofá novo, de camurça!!! As águas rebentaram e ficou tudo enxarcado, sofá, tapete, chão, tudo! Ainda hoje lhes peço desculpa, mas claro que são coisas que acontecem e eles nunca se preocuparam com isso…», relata aquela que já é mãe de três filhos, mas não esquece a história do primeiro.

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda