Bebés/Crianças

11 dicas de segurança para crianças que estão a aprender a andar

Redação
publicado há 1 semana
0
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

11 dicas de segurança para crianças que estão a aprender a andar. Os perigos estão na rua e também dentro de casa, mas há como prevenir acidentes.

A idade com que os bebés começam a andar varia muito. Há casos em que esse salto de crescimento acontece aos nove meses, mas outros fazem-no mais tarde.

O perigo de acidentes aumenta nesta fase da vida de um bebé, mas existem algumas medidas que podem evitar males maiores.

Uma das principais dicas de segurança para crianças que estão a aprender a andar é não dramatizar

Frases como «coitadinho, aleijou-se» podem deixar o seu filho inseguro. Mas também não se podem ignorar queixas reais. A criança precisa de vivenciar algumas situações para ganhar autoconfiança – até porque os pais não vão estar disponíveis o tempo todo. Porém, faça-o com prudência.

Leia também: «A minha filha tem parte do corpo queimada e a culpa é minha…»

A supervisão, aliás, tem de ser constante nessa fase. A criança pode e deve explorar os ambientes por onde anda. Barreiras são úteis em alguns momentos, mas, de modo geral, limitam e até mesmo atrasam algumas conquistas.

As crianças e os recursos próprios de autoproteção

Só com alguma liberdade é que os mais pequenos podem testar e descobrir limites para desenvolverem o que os especialistas chamam de «recursos próprios de autoproteção.»

Se for superprotegido, contudo, perde oportunidades de amadurecer. O que pode afetar a autonomia. E qual é a melhor forma de se precaver sem proteger demais o seu filho? Conversando.

Leia ainda: O seu filho caiu e bateu com a boca? Atenção, pode ser mais grave do que parece!

Mesmo em tenra idade, as crianças já compreendem comandos simples e também entendem quando alguém explica que algo é arriscado.

Jamais acredite que segurança se aprende na prática. É absurdo, portanto, achar que a criança tem de se queimar para saber que o fogo faz mal.

Conheça as principais situações de perigo, dentro e fora de casa, com dicas para os pais protegerem e, ao mesmo tempo, incentivar o pequeno a seguir adiante

 

EM CASA

Escadas
PERIGO: basta um passo em falso – num brinquedo espalhado, por exemplo – para a criança se aleijar e escorregar nos degraus.

COMO PREVENIR: tenha instalados portões ou grades de segurança na parte de cima e de baixo da escada até ela completar seis anos. É fundamental também segurar a mão da criança e ensiná-la a subir e a descer apoiando-se no corrimão ou sentando-se em cada degrau, por exemplo.

Janelas
PERIGO: a criança pode escalar o que vir pela frente e, num piscar de olhos, sofrer um acidente.

COMO PREVENIR: coloque grades e/ou redes específicas nesses locais. Também não deixe móveis (como sofás, cadeiras ou até mesmo mesas) perto de janelas.

Produtos de limpeza e medicamentos
PERIGO: eles têm cores chamativas e, muitas vezes, são parecidos com doces. O resultado? O seu filho pode levar tudo à boca e intoxicar-se.

Não pode deixar de ler: Os 7 acidentes mais graves com crianças até aos 6 meses

COMO PREVENIR: guarde esses itens em armários altos e, se possível, trancados. E nunca compre produtos de limpeza em garrafa de bebidas, pois isso pode confundir ou, pior, atrair as crianças.

Cozinha
PERIGO: os riscos são queimaduras, acidentes com eletrodomésticos (se a criança puxar um fio solto ou uma panela) e cortes com talheres.

COMO PREVENIR: jamais cozinhe com um bebé no colo e mantenha as panelas nas bocas traseiras do fogão, com os cabos virados para dentro. Guarde facas e objetos cortantes em gavetas mais altas.

FORA DE CASA

Na rua e no estacionamento
PERIGO: o seu filho não sabe que um carro é perigoso – e pode posicionar-se num ponto cego para os motoristas, o que facilita os atropelamentos.

COMO PREVENIR: ensine a criança que andar de mãos dadas com os adultos é obrigatório até aos seis anos. Segure-a com firmeza, pois ela pode correr a qualquer momento. Paralelamente, converse sobre as regras de trânsito: o significado das cores do semáforo, que é preciso olhar para os dois lados antes de atravessar a rua e só fazê-lo na faixa para peões, entre outras normas.

Elevador
PERIGO: a lei é clara: menores de 10 anos não devem andar sozinhos no elevador. Pois, além do risco de prender algum membro do corpo nas portas, não saberão pedir ajuda caso fiquem presos.

COMO PREVENIR: não é para assustar as crianças, porém, elas têm de saber que o elevador pode parar sozinho. Por isso, não podem estar ali sem a companhia de adultos. Além disso, mostre que é proibido mexer nos botões e colocar as mãos entre as portas.

Fique a par de mais situações de perigo, no Portal de Notícias Impala.

Siga a Crescer no Instagram

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Artigos relacionados

Últimas

Top
Botão calendário

Agenda

Consultar agenda